Publicado em Deixe um comentário

A “Raça” que conquistou a Estónia







“Hey President, do you see any hot estonian girl?”

“I don´t know Captain, but i think im seing 3 medals coming our way…”

 

Com 3 medalhas conquistadas, sendo 2 delas nas categorias mais dificeis da competição (+90kg Masc e -70kg Fem), os judocas minhotos mostraram a sua “Raça”  brilhando bem alto nesta república, que em tempos pertenceu a um dos expoentes máximos do judo mundial: a União Soviética.

 

Com partida marcada para as 9h da manhã do dia 17 de Maio, a equipa de judo da AAUMinho levantou vôo do aeroporto Sá Carneiro em direcção a Londres. Após um breve paragem no aeroporto de Standsted, a próxima paragem seria o aeroporto de Riga na Letónia. Com os pés bem assentes nesta antiga república da “Cortina de Ferro”, seguiu-se a última etapa desta longa jornada: uma viagem de 4 horas de automóvel que nos levaria até Tartu (Estónia).

 






My mom is so proud of me…”

 

Quinze horas depois, e com algumas peripécias pelo meio, a comitiva composta pelos seis elementos masculinos – André Moreira (Mestrado em Electrónica), Nuno Gonçalves (Licenciado em Educação), Sebastien Fernandes (Economia), Tiago Marques (Eng. Civil), Ricardo Costa (Mestrado em Português) e Ricardo Pereira (Eng. Biológica) – e por dois elementos femininos – Tânia Fortes (Relações Internacionais) e Ana Gonçalves (Educação de Infância) – estava preparada para lutar e conquistar os lugares mais altos do podio.

 






Kindergarden teachers rule!!!”

 

Após um dia de repouso chegou então o momento da verdade: o início da competição! Os pesos mais leves abriram a competição e Ana Gonçalves (-52 Kg) conseguiu a medalha de bronze. Tânia Gonçalves (-70Kg) foi a seguinte e, após uma série de combates bem-sucedidos, acedeu à final onde baqueou perante a nova campeã. Citando o treinador da AAUMinho, André Moreira, “foi pena, o combate estava a decorrer muito bem, mas uma decisão errada do árbitro central fê-la perder a concentração e, consequentemente, o combate”.

 






“Where the hell is the Estonina TV when we need her?”

 

Com duas medalhas no feminino, era a vez dos atletas masculinos mostrarem aquilo que valiam. Sebastien Fernandes (-66Kg) foi o primeiro a lutar, não tendo contudo conseguido opor-se a adversários mais fortes. Ricardo Costa (-73Kg) e Ricardo Pereira (-81Kg) sofreram o mesmo destino… Já Tiago Mango (-81Kg) teve a possibilidade de aceder às medalhas, mas numa das categorias mais competitivas teve o sorteio contra si, tendo sido derrotado pelo vice-campeão. A mesma sorte teve Nuno Gonçalves (-90Kg), que foi eliminado na primeira ronda pelo judoca que viria também a sagrar-se vice-campeão nesta competição. O último atleta a entrar em competição foi André Moreira (+90Kg). Uma derrota na segunda ronda levou-o para as repescagens, onde na sua senda pelo bronze eliminou um a um todos os que se atrevessaram no seu caminho.

 






“That´s us (Minho dudes) with the guys from Porto and their beautifull attaché… Portugal all the way baby!”

 

Nesta competição (SELL Games) esteve também presente outra delegação portuguesa: a da Escola Superior de Educação do Porto. Composta por apenas 3 elementos (2 atletas e 1 dirigente), estes “tripeiros” estiveram sempre de mãos dadas e em perfeita sintonia com a equipa da AAUMinho, e em conjunto trouxeram alguma còr e irreverência à cerimónia de abertura da competição. É de referenciar também a forma escandalosa como o atleta Fernando Andrade (-60 kg) foi “roubado”, e este termo peca por defeito, ao ver negada a subida ao podio (bronze), após uma decisão surreal do árbitro lateral.

 

A participação de uma equipa numa competição é medida normalmente com base nos resultados obtidos, no entanto este não foi o único aspecto positivo da participação dos Judocas da AAUMinho nos SELL Student Games. No briefing técnico, após o final da competição, o treinador André Moreira fez uma apreciação do percurso dos atletas, apontando os aspectos positivos e menos positivos.

 






“E quem bata palmas é do Minho! É do Minho! É do Minhooooooooooo!”

 

Desta participação ficam as medalhas e fica também a evolução e salto qualitativo que este ano o Judo na UMinho conseguiu dar. Frente a adversários com um cariz competitivo diferente do nosso, a equipa conseguiu resultados que porventura poucos acreditariam. Três medalhas (duas de bronze e uma de prata), muita alegria (um especial obrigado à nossa attaché, Anya)  e irreverência (consultar www.sellstudentgames.com e http://www.tv.ee – este último é o site da TV Estónia e onde a equipa teve direito a destaque especial), é a marca que o judo da AAUMinho inscreveu nas páginas da história desta competição quase centenária.

 

Nuno Gonçalves           

Nunog@sas.uminho.pt

 

 

 
                        “

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *