Posted on Leave a comment

Entrevistas Flash – II Campeonato Europeu Universitário de Taekwondo

Fernando Parente, Secretário-Geral do Comité Organizacional – As expectativas foram todas ultrapassadas, foi fantástico. Existiu alguma complexidade técnica e comunicacional, especialmente no que toca a algumas universidades, mas os resultados foram bastante positivos, porque, no final, os combates decorreram, assumindo todos um papel neste evento. Considerando que se trata de um desporto de combate, o fair-play prevaleceu. Comparativamente à edição de 2009, melhorámos muito a nível organizacional, pelo que estou seguro de que o próximo evento de Taekwondo da EUSA terá em conta muito do que aqui foi alcançado.











Mário Fernandes, Presidente da Assembleia Geral da Federação Nacional de TaekwondoParabéns em primeiro lugar à universidade, uma vez que possui instalações fantásticas, e a nível organizacional tudo correu pelo melhor. Este tipo de evento é muito positivo para o Taekwondo enquanto desporto, porque de modo a evoluir é necessário entrar em contacto com o público jovem ? as universidades funcionam como excelentes intermediárias para essa ligação. A Universidade do Minho fê-lo muito bem, concretizando-se numa recepção muito boa.











Bruno Barracosa, Presidente da Federação Académica de Desporto Universitário (FADU) – O potencial de uma instituição e mérito, no que toca aos desportos unviersitário, não é apenas medida pela sua habilidade em reunir alunos e jovens na participação, mas também na sua capacidade de analisar de organizar eventos, para além de integrarem a vertente de hospitalidade para os indivíduos que se encontram a competir. A Universidade do Minho tem uma forte tradição, sendo um outro tipo de evento no qual é dado um forte exemplo das suas capacidades organizacionais. Em consequência, este papel foi preenchido, sendo um evento de 5 estrelas de que Portugal e a FADU estão muito orgulhosos.











Haris Pavletic, Presidente do Comité Médico da EUSA – Penso que esta organização esteve organizada ao mais alto nível, especialmente se levarmos em consideração que o comité organizacional só assumiu o evento há dois meses atrás. Este campeonato tem tido muitos mais participantes do que o último campeonato, estando todos os combates organizados de um modo excelente. Claro que a Universidade do Minho já havia realizado os nossos eventos antes, tendo feito um óptimo trabalho em todas as ocasiões. Se houvessem mais universidades assim, estaríamos muito satisfeitos.




 
















Texto: Dany Oliveira e Marta Silva




Fotografia: Ângela Baptista, Nuno Gonçalves e Directório










(Pub. Dez/2011)




Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *