Sasum

  • Home
  • /
  • Dia Mundial da Alimentação 2023

Dia Mundial da Alimentação 2023

O Departamento Alimentar dos Serviços de Ação Social da Universidade do Minho associa-se, mais uma vez, às comemorações do Dia Mundial da Alimentação que se comemora a 16 de outubro.

Anualmente, a 16 de outubro, celebra-se o Dia Mundial da Alimentação, data criada pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), em 1945, visando a reflexão para a importância da alimentação, com base em quatro pilares: melhor nutrição, melhor produção, melhor ambiente e melhor qualidade de vida.

 “Água é vida, água é alimento. Não deixar ninguém para trás”, é o tema escolhido para celebrar o dia da alimentação em 2023, dando ênfase à importância da água como base da vida.

A agricultura consome 72% da água fresca disponível, 16% é utilizada no ciclo urbano e 12% é usada pela indústria (FAO, 2023).

O acesso à água para produção de alimentos e consumo público está ameaçado pela rápida urbanização, desenvolvimento económico e alterações climáticas. Temos de encontrar formas de produzir alimentos com menor consumo hídrico, o que implica alterações na produção, mas igualmente opções de consumo, nomeadamente, comer alimentos adaptados ao clima ou reduzir o desperdício ao longo da cadeia alimentar.

A forma como a água é usada diariamente deve ser refletida, pois, esta não deve ser considerada como um recurso garantido, deve existir consciência de que o nosso consumo e a forma como os alimentos são produzidos afetam a sua disponibilidade.

Uma dieta alimentar consciente, passa pela escolha de frutas e vegetais da estação, que geralmente necessitam de menos água para serem produzidos. Na aquisição dos alimentos, há que considerar selecionar produtos frescos que, geralmente, necessitam de menos água para serem produzidos do que os alimentos processados.

O desperdício de alimentos também significa desperdício de água, o que nos pede um melhor planeamento das refeições e o reaproveitamento das sobras em novas receitas.

Os consumidores têm responsabilidade nas escolhas que fazem diariamente.

Artigo de Opinião – Rita Fernandes

PT
Skip to content