SASUM

Navegar para a página inicial
  • Home
  • /
  • O CANTINHO DA PSICOLOGIA … POR JOANA MOURÃO
  • Joana Mourao

CANTINHO DA PSICOLOGIA ... POR JOANA MOURÃO

Após a Pandemia a psicologia ganhou visibilidade. Mas afinal o que é isto da psicologia e o que envolve? A verdade é que as pessoas associam a psicologia a uma sala com duas cadeiras, sofás ou divã onde está um psicólogo para atender uma pessoa que irá falar sobre a sua vida.

Porém, a Psicologia é bem mais variada que essa modalidade de intervenção.

A 6 de janeiro de 2023, foi publicado em Diário da República, o regulamento que define os atos psicológicos. De acordo com o artigo 6.º deste regulamento, os atos psicológicos são todos aqueles que envolvem a aplicação da ciência psicológica em qualquer área ou desafio que envolva o comportamento e os processos mentais.

A Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP), criada em 2008, constitui-se como a associação pública profissional que representa os profissionais em psicologia. São mais de 24 mil os profissionais registados. Esta entidade regula o exercício e o acesso à profissão de psicólogo e elabora as normas éticas e deontológicas. Procura também promover o papel do Psicólogo na sociedade e, ao mesmo tempo, proteger os potenciais clientes e destinatários que usufruam de serviços de Psicologia.

De forma a reconhecer a formação e qualificação numa determinada área da Psicologia, a OPP certifica as especialidades em três áreas. São elas: a Psicologia Clínica e da Saúde, a Psicologia da Educação e a Psicologia do Trabalho, Social e das Organizações.

Como o nome indica, é na primeira destas especialidades que as pessoas visualizam quando pensam num Psicólogo. Ela envolve o conhecimento e competência científica na aplicação de conceitos, metodologias e técnicas na área clínica e da saúde em tarefas de diagnóstico, avaliação, conceptualização, intervenção (planeamento, monitorização e avaliação) e investigação. E na intervenção esta pode ser feita individualmente ou em grupo. A intervenção em grupo permite ouvir em primeira mão o relato de outras pessoas que passam por questões semelhantes. A intervenção pode ter um cariz remediativo, quando o problema já aconteceu, ou preventivo, de forma a desenvolver competências para promover a saúde e o bem-estar.

Na especialidade de Psicologia da Educação inserem-se os psicólogos com o conhecimento e competência científica na aplicação de conceitos, metodologias e técnicas agora na área da educação em tarefas tais como conceção, implementação e avaliação de intervenções psicoeducativas, orientação vocacional, inclusão e necessidades educativas especiais.

Na última das especialidades, o conhecimento e competência científica nessa área em tarefas desta vez associadas a recrutamento, seleção e acolhimento, desenvolvimento de competências, desenvolvimento organizacional e reestruturação, desenvolvimento de carreira, gestão de desempenho, reconhecimento e gestão da compensação e intervenção social e comunitária.

Espero assim contribuir para uma visão mais alargada da Psicologia e das suas potencialidades.

Joana Mourão
Psicóloga nos Serviços de Acção Social da Universidade do Minho
Doutorada em Psicologia Clínica

PT
Skip to content