Publicado em Deixe um comentário

Concerto “Quem canta seus males espanta”

Concerto “Quem Canta seus males espanta” acontece este domingo

O Grupo Folclórico da Universidade do Minho (GFUM) organiza a quarta edição do concerto “Quem canta seus males espanta” este domingo, dia 19 de novembro, pelas 15h30, na Igreja da Misericórdia, em Braga.

Depois do sucesso das edições anteriores, o GFUM volta a organizar este concerto que tem como objetivo a promoção e a divulgação do canto polifónico a capella, que se está a candidatar a Património Cultural Imaterial Nacional, através da candidatura do “Canto a Vozes”.

O concerto reúne vários grupos com este trabalho de salvaguarda e valorização e contará com as atuações das polifonias do GFUM, Rusga de Merelim S. Paio e Cantadeiras do Núcleo de Etnografia e Folclore da Universidade do Porto.

O evento será encerrado com um coro de comunidade, para o qual o grupo organizador convidou o público em geral para aprender os cantares polifónicos tradicionais, de forma a juntar vozes de diferentes grupos e realidades entre cantadores e cantadeiras, evidenciando as polifonias da região.

O evento integra as comemorações do 30º aniversário do Grupo Folclórico da Universidade do Minho, no projeto “Voltas da Tradição”.

Texto: GFUM

Publicado em Deixe um comentário

Tunas femininas regressam a Braga para festival internacional

Tunas femininas regressam a Braga para festival internacional

O Tunão – Festival de Tunas Femininas, regressa a Braga já nos dias 17 a 19 de novembro, para a sua 7ª edição consecutiva, desta vez em formato internacional.

O festival organizado pela Tun’ao Minho – Tuna Académica Feminina da Universidade do Minho, promete voltar a esgotar o Salão Medieval da Reitoria da Universidade do Minho e levar o melhor dos espetáculos estudantis ao palco do grande auditório do Altice Forum Braga.

Festival de Tunas Femininas apresenta-se na sua 1ª edição internacional

Já com sete edições realizadas na ainda curta história de vida da Tun’ao Minho – celebram 11 anos no fim de semana do festival – o Tunão está de volta para trazer toda a animação bem característica das tunas à cidade de Braga.

 

Ao longo de quatro dias marcados por vários eventos inseridos na programação deste festival de tunas femininas, o centro histórico promete vivenciar uma verdadeira “invasão” de estudantes, que têm em comum a sua paixão pela música.

Este ano, a Tun’ao Minho surpreende com a primeira edição internacional deste festival, que contará com uma tuna do nosso país vizinho: Espanha. No entanto, poderá assistir às apresentações de um total de dez tunas (5 extraconcurso, 4 a concurso e a tuna organizadora), distribuídas ao longo dos vários eventos.

Em jeito de aquecimento, já hoje, dia 15, o Largo dos Peões – nas imediações da Universidade do Minho – recebe um arraial que aproxima o festival de todos os estudantes da academia minhota. O Arraial Tasc’a Piela conta com a participação da Tun’ao Minho, Bomboémia, Augustuna e Azeituna.

 

Na sexta-feira, dia 17, para além da celebração dos 11 anos da Tun’ao Minho, poderá assistir à Noite de Serenatas a Braga, que se realiza no Salão Medieval da Reitoria da Universidade do Minho. A entrada é gratuita, mas os lugares são limitados, pelo que aconselhamos a não deixar para a última a decisão de assistir. É também uma oportunidade para visitar esta sala histórica, enquanto assiste às melodias das tunas a concurso e extraconcurso desta noite: a Tuna Universitária do Minho e Tun’Obebes – Tuna Feminina de Engenharia da Universidade do Minho.

Por último, e possivelmente o evento mais importante de todo o festival, o espetáculo com as tunas a concurso, que se volta a realizar no grande auditório do Altice Forum Braga.

Ao longo de três horas, assistirá ao melhor das tunas académicas, numa apresentação com a energia tão característica dos estudantes.

Este ano, com a participação da Vibratuna (Vila Real), Tuna Feminina de Economia do Porto, TFIPCA (Barcelos) e a Tuna Feminina de Medicina de Valência (Espanha). Conta ainda com a atuação da tuna extraconcurso deste ano, a Afonsina – Tuna de Engenharia da Universidade do Minho e com a apresentação do grupo Página Solta.

No domingo, a zona universitária volta a acolher as tunas convidadas para um convívio em modo de despedida.

Ano após ano, o Tunão continua a crescer

O principal dia de espetáculo acontece muito antes da noite cair. No Parque S. João da Ponte, poderá encontrar a tenda que, durante toda a tarde, acolherá inúmeras atividades. Desde uma oficina de percussão promovida pelos Bomboémia, até à campanha de adoção por parte da ADAAVV – Associação para a Defesa dos Animais e Ambiente de Vila Verde, inserida na causa solidária deste ano e que irá apoiar os animais desta associação através da recolha de alimentos e outros bens.

A edição passada contou com uma assistência recorde de 700 pessoas e a Tun’ao Minho quer estabelecer um novo patamar com o evento deste ano, tentando inovar de modo a atrair um público maior. A coorganização do Tunão – Festival de Tunas Femininas, cabe à ARCUM – Associação Recreativa e Cultural Universitária do Minho.

Texto: Tun’ao Minho

Publicado em Deixe um comentário

XXXII FITU Bracara Avgvsta – Festival Internacional de Tunas Universitárias

XXXII FITU Bracara Avgvsta - Festival Internacional de Tunas Universitárias

A Tuna Universitária do Minho e a ARCUM – Associação Recreativa e Cultural Universitária do Minho voltam mais uma vez a organizar o seu Festival Internacional de Tunas Universitárias (FITU) entre dias 27 e 30 de abril, na cidade de Braga. Este ano o evento contará com a participação de tunas nacionais e da vizinha Espanha.
 
O Festival volta a contar com duas noites de espetáculo no Theatro Circo, nos dias 28 e 29 de abril. Para além disso, regressa também a solene Serenata à Cidade de Braga, na noite de quinta-feira, dia 27 de abril, e o Pasacalles (desfile das tunas) no centro histórico da cidade durante a tarde de sábado do dia 29 de abril. Para além disso, o after-party do festival volta também a acontecer na discoteca Sardinha Biba.

Este ano, o festival conta com a participação da Hinoportuna – Tuna Académica do IPVC (Viana do Castelo) – vencedora da última edição, a Tuna de Medicina do Porto, a Estudantina Académica de Castelo Branco, a Tuna-MUs – Tuna Médica da Universidade da Beira Interior e a Tuna de Ciências de Granada (Espanha). Como é habitual, também participam como grupos extraconcurso a Azeituna – Tuna de Ciências da Universidade do Minho e a Afonsina – Tuna de Engenharia da Universidade do Minho, e a apresentação estará a cargo da tuna organizadora e dos Jogralhos – Grupos de Jograis da Universidade do Minho.

Programação:

Quinta, 27 de abril
22:00 Serenata à Cidade de Braga (Centro Histórico – Sé)
00:30 After-Party (Bar Académico Braga)

Sexta, 28 de abril
15:00 Verde de Honra (Tenda Theatro Circo))
21:00 Espetáculo XXXII FITU Bracara Avgvsta (Theatro Circo)
01:30 After-Party XXXII FITU Bracara Avgvsta (Discoteca Sardinha Biba)

Sábado, 29 de abril

12:00 Cerimónia de Receção dos Grupos Convidados (Salão Medieval da Reitoria, Largo do Paço)
13:00 Almoço-convívio (Largo do Paço)
15:00 Pasacalles (Centro Histórico)
17:00 Tradicional Batismo dos Caloiros (Largo do Paço)
21:00 Espetáculo XXXII FITU Bracara Avgvsta (Theatro Circo)
01:30 After-Party XXXII FITU Bracara Avgvsta (Discoteca Sardinha Biba)

Domingo, 30 de maio
13:00 Almoço-convívio (Café Carpe Noctem, Largo dos Peões)

Os bilhetes encontram-se já à venda na bilheteira do Theatro Circo, BOL.pt, Gabinete de Apoio ao Aluno UM, e postos de venda habituais.

Mais informações em www.fitu.pt

Link Bilheteira:

https://bol.pt/Comprar/Bilhetes/120636-xxxii_fitu_bracara_avgvsta-theatro_circo/

Fonte: Tuna Universitária do Minho

Publicado em Deixe um comentário

XVII Cidade Berço – Festival de Tunas Académicas

XVII Cidade Berço – Festival de Tunas Académicas

Nos dias 17 e 18 de março, a nobre cidade de Guimarães recebe mais uma edição do Cidade Berço – Festival de Tunas Académicas, organizado pela Afonsina – Tuna de Engenharia da Universidade do Minho.
 
Depois de um período de interregno causado pela pandemia da Covid-19, este festival, cuja primeira edição remete já ao ano de 1999, regressou em grande em 2022, lotando o Grande Auditório do CCVF. Esta 17ª edição do evento promete manter a qualidade que a Tuna Afonsina tem vindo a garantir nas ultimas edições do seu festival, trazendo mais de 200 participantes à cultura vimaranense.

Além da tuna anfitriã e de quatro tunas da academia minhota, irão participar tunas de vários pontos do nosso país, viajando desde Lisboa, Porto, Covilhã e Barcelos.

O evento divide-se em dois momentos distintos:

  • Sexta-feira, dia 17 de Março – 21h30 – Centro Histórico de Guimarães

Noite de Serenatas de entrada gratuita com participação das tunas a concurso e extra-concurso.

  • Sábado, dia 18 de Março – 21h30 – Grande Auditório do Centro Cultural de Vila Flor

Noite de Espetáculo com participação da tuna anfitriã e das tunas a concurso. 

Os bilhetes para a Noite de Espetáculo já se encontram à venda, podendo ser adquiridos no Espaço Recurso da Universidade do Minho, na FNAC, Bilheteira Online e postos aderentes. 

Todas as informações sobre este evento podem ser consultadas nas redes sociais da Tuna Afonsina.

Fonte: Afonsina

Publicado em Deixe um comentário

Grupo Folclórico da Universidade do Minho inaugura a Exposição “Retalhos do Minho” na Galeria do Paço

Grupo Folclórico da Universidade do Minho inaugura a Exposição “Retalhos do Minho” na Galeria do Paço

A exposição marca o início das comemorações do 30.º aniversário do GFUM com o projeto “Voltas da Tradição”.

 

O Grupo Folclórico da Universidade do Minho vai inaugurar amanhã, dia 28 de janeiro, a exposição “Retalhos do Minho”, na Galeria do Paço, em Braga. Esta mostra etnográfica servirá de pontapé de saída para as comemorações dos 30 anos do grupo e ficará patente até ao dia 11 de fevereiro, com espólios pertencentes a vários colecionadores, provenientes de diferentes zonas da região.

Os diversos concelhos do Baixo Minho (Braga, Vila Nova de Famalicão, Esposende, Guimarães, Barcelos e Vieira do Minho), assim como concelhos circundantes, estarão representados por peças originais de coleções privadas e de algumas coletividades locais, cedidas para o efeito.

A mostra etnográfica servirá de arranque ao projeto cultural das comemorações, “Voltas da Tradição” que assenta num conjunto de iniciativas para a promoção da cultura popular e tradicional do Baixo Minho. Este projeto integrará exposições, tertúlias, workshops, concertos, o festival “Memória” – Festival Universitário de Artes e Tradições, a Canção Bracarense e um conjunto de medidas de salvaguarda para a candidatura do “Canto a Vozes”, a Património Cultural da Humanidade.

Estes momentos de celebração, que estão previstos para o resto do ano, contam com vários apoios como o da Universidade do Minho, Município de Braga, IPDJ, Associação Académica da Universidade do Minho e ainda o patrocinador oficial, Braga Parque, além de outras empresas que se associaram.

GFUM

Publicado em Deixe um comentário

VI Tunão – Festival de Tunas Femininas

VI Tunão - Festival de Tunas Femininas

Organizado pela Tun’ao Minho – Tuna Académica Feminina da Universidade do Minho, com coorganização da ARCUM – Associação Recreativa e Cultural da Universidade do Minho, o evento decorrerá nos dias 18 e 19 de novembro, em Braga.

 

A 6ª edição do Tunão celebrará também o 10º aniversário da mais recente tuna feminina da Universidade do Minho. 

Num fim de semana que junta o melhor das tunas femininas nacionais nas ruas de Braga, o Tunão tem como ponto de partida a noite de sexta-feira, numa verdadeira homenagem à cidade, através de uma noite de serenatas. Realiza-se no Salão Medieval da Reitoria da Universidade do Minho. A entrada é livre e começa às 22H00. 

Participam, como extraconcurso, a Gatuna – Tuna Feminina Universitária do Minho e Tun’Obebes – Tuna Feminina de Engenharia da Universidade do Minho. É também a primeira apresentação pública das tunas a concurso no festival: As Fans – Tuna Feminina da Universidade de Coimbra, a TFIST – Tuna Feminina do Instituto Superior Técnico, a TFAAUAv – Tuna Feminina da Associação Académica da Universidade de Aveiro e, por último, a Tunassa – Tuna Feminina do Instituto Superior de Agronomia. 

O dia de sábado inicia-se com uma arruada ao início da tarde, pelas principais ruas do centro histórico de Braga, a cargo dos Bomboémia – Grupo de Percussão da Universidade do Minho. No decorrer da tarde, serão várias as atividades a decorrer no Parque São João da Ponte, tais como workshops de Braguesa e de Danças Tradicionais, entre outras.

Já o espetáculo principal, irá decorrer a partir das 21H00, no Grande Auditório do Altice Forum Braga. Para além da participação das tunas a concurso anteriormente referidas, o espetáculo contará ainda com a participação extraconcurso da TUM – Tuna Universitária do Minho, enquanto que o encerramento contará com a atuação da tuna organizadora, a Tun’ao Minho. 

Os bilhetes para o espetáculo têm um custo de 5 euros para estudantes e/ou menores de 25 anos e de 10 euros para público geral.

Poderão ser adquiridos na bilheteira do Altice Forum Braga, no site da Ticketline ou na FNAC. 

No dia 16 de novembro, decorrerá o Arraial Tas’ca Piela, no Largo dos Peões, a partir das 19 horas, com a atuação de vários grupos convidados:  Bomboémia – Grupo de Percussão da Universidade do Minho, Afonsina – Tuna de Engenharia da Universidade do Minho e do GFUM – Grupo Folclórico da Universidade do Minho, num momento dedicado a todos os estudantes da Academia Minhota. 

Mais informações disponíveis na página de Facebook da Tun’ao Minho ou instagram.

Fonte: Tun’ao Minho

Publicado em Deixe um comentário

XXVII Celta – Duetos

XXVII Celta - Duetos

Organizado pela Azeituna – Tuna de Ciências da Universidade do Minho, o CELTA – Certame Lusitano de Tunas Académicas está de volta, após dois anos de suspensão devido à pandemia. A 27 edição decorrerá nos dias 9 e 10 de dezembro, no Theatro Circo.

 

Mais uma vez este ano, o espetáculo trará a palco as melhores tunas do país, masculinas e femininas, para uma exibição com um tema inovador: “XXVII Celta – Duetos”! 

O palco será partilhado por duas tunas em simultâneo, trazendo harmonias nunca antes vistas no panorama de tunas académicas. 

Os bilhetes estão à venda e podem ser adquiridos na Bilheteira Online(bol.pt); Theatro Circo, e outros parceiros habituais. Os preços variam entre os 8€ e os 13€ (5€ e 10€ para estudantes).

Fonte: Redação 

Publicado em Deixe um comentário

XXVI TROVAS recordou o espírito dos anos 90

XXVI TROVAS recordou o espírito dos anos 90

A Tuna Feminina Universitária do Minho – Gatuna, apresentou no passado dia 22 de outubro, a 26ª edição do Trovas – Festival de Tunas Femininas, oferecendo ao público bracarense um espetáculo com o tema “TROVAS DOS 90”, que reuniu tunas de vários pontos do país na fabulosa sala de espetáculos do Theatro Circo.
 
O evento contou com a presença dos seus amigos de longa data, os Jogralhos – Grupo de Jograis Universitários do Minho, que comandaram a apresentação do festival, e da Afonsina – Tuna de Engenharia da Universidade do Minho, que alegrou a noite com a sua música e boa disposição. Esta edição diferenciou-se também com a participação de elementos da Gatuna na apresentação, recordando os trinta anos de existência do grupo, a importância do espírito dos anos 90 e também da amizade numa cómica apresentação em conjunto com os Jogralhos.
 

Os prémios do XXVI TROVAS foram para: Grande Prémio Trovas e Melhor Tema: TunaF – Tuna Feminina do Orfeão Universitário do Porto; “Prémio Caracol” – Melhor Instrumental, Melhor Porta-Estandarte, Melhor Original e Tuna mais Tuna: TFAAUAv – Tuna Feminina da Associação Académica da Universidade de Aveiro; Melhor Pandeireta: TFIST – Tuna Feminina do Instituto Superior Técnico; e Melhor Solista: TunaMaria.

Uma excelente noite musical combinada com o ritmo e originalidade das tunas.

Fonte: GATUNA

Publicado em Deixe um comentário

Jantar do Caloiro ‘22

Jantar do Caloiro ‘22

A Gatuna – Tuna Feminina Universitária do Minho está a organizar a XXIII edição do Jantar do Caloiro. Com o tema “Faroeste”, a grande festa de integração dos novos alunos realiza-se no próximo dia 4 de outubro, na discoteca KeimÒdrumo, em Braga.
 

O evento, dedicado exclusivamente aos novos alunos da academia minhota, tem como objetivos, promover a sua integração na vida académica, assim como o contato com os grupos culturais num dos espaços mais frequentados pelos estudantes universitários. 

A noite promete animação, música e surpresas! 

Link do evento:

https://www.facebook.com/events/606917564242452/?ref=newsfeed

Fonte: Gatuna

Publicado em Deixe um comentário

Estudo sobre as políticas portuguesas de emigração entre Portugal e Brasil vence Prémio Victor de Sá 2021

Estudo sobre as políticas portuguesas de emigração entre Portugal e Brasil vence Prémio Victor de Sá 2021

Marina Galvanese recebeu o prémio das mãos do reitor da Universidade do Minho (UMinho), enquanto Fábio Faria recebeu a menção honrosa.
 
A cerimónia de entrega decorrida no passado dia 6 de julho, referiu-se à 30.ª edição do Prémio Victor de Sá de História Contemporânea 2021, promovida pelo Conselho Cultural da Universidade do Minho. O Prémio, criado por Victor de Sá, é o maior galardão do país para jovens investigadores desta área.
 

A investigadora brasileira laureada, concorreu com a obra “Os sentidos da emigração portuguesa: discursos, diplomas e políticas entre Portugal e Brasil (1835-1914)”, frisando que o título surge porque “não há um sentido único, daí os sentidos”, disse. Assinalando que o seu “fio condutor” foram as leis e portarias relativas à emigração publicadas durante a Monarquia Constitucional Portuguesa, trabalho através do qual “procurou compreender os sentidos dessas leis, os fatores que levaram os políticos de então a elaborá-las e aprová-las”.

O presidente do Conselho Cultural da Universidade do Minho, Miguel Bandeira realçou a finalidade da entrega deste prémio, “manter a chama viva de um exemplo referencial e a generosidade de uma grande ideia”. Considerando que, a investigação vencedora “engrandece o portefólio de trabalhos”.

Nesta edição foram oito as obras a concurso, o que revela a “vitalidade” da investigação no campo da história contemporânea portuguesa, referiu o reitor da UMinho, Rui Vieira de Castro. Salientando ainda que com a atribuição deste prémio, “a Universidade mantém viva a memória de Victor de Sá”, sendo um “estímulo à vida profissional e pessoal dos investigadores”.

O historiador Fábio Faria recebeu a menção honra do Prémio Victor de Sá pela investigação “Refugiados espanhóis em Portugal: entre a repressão policial e a solidariedade popular (1936–1945).

As candidaturas à 31.ª edição do Prémio Victor de Sá já estão abertas até 30 de setembro.

Os trabalhos concorrentes devem versar sobre aspetos da História Contemporânea Portuguesa, a partir de 1820, estar redigidos em língua portuguesa e ser originais datilografados ou, então, publicados desde o ano de 2021 e até ao último dia do prazo para a entrega de candidaturas, as quais devem ser entregues, pessoalmente ou por carta, no Largo do Paço, em Braga.

Texto: Ana Marques