Sasum

  • Home
  • /
  • UMinho deu as boas-vindas aos novos estudantes num novo formato

UMinho deu as boas-vindas aos novos estudantes num novo formato

Este ano, a Academia minhota optou por uma forma diferente de acolher os alunos do primeiro ano, transmitindo uma mensagem de uma Universidade cool, proporcionando aos quase 3000 novos estudantes um acolhimento num ambiente livre e descontraído.

A Universidade do Minho (UMinho) recebeu, numa cerimónia de boas-vindas, os cerca de 3000 novos estudantes que este ano ingressaram na Academia na 1.ª fase do concurso nacional de acesso ao Ensino Superior. Decorrida pela primeira vez no ?campus? de Azurém, em Guimarães, a sessão contou com as intervenções do reitor, Rui Vieira de Castro, da presidente da Associação Académica (AAUMinho), Margarida Isaías, e do Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Pedro Nuno Teixeira.

Marcada por um ambiente informal e descontraído, ao contrário dos anos anteriores, a sessão teve lugar ao ar livre, nos “Jardins da Lola”, após um piquenique-convívio entre todos, mais uma das iniciativas promovidas no âmbito das comemorações dos 50 anos da Universidade, o qual decorreu ao som da música ?jazz? do Trio de Paulo Barros. Uma iniciativa que foi do agrado dos recém-universitários que aproveitaram o momento para se conhecer melhor, para conviver com colegas de curso e de outros cursos, para interagirem com os cerca de 400 colegas mais velhos que participaram na atividade e no acolhimento como ?embaixadores? da UMinho.

As intervenções, também elas bastante informais e sem discursos lidos, ficaram marcadas por mensagens de encorajamento, desafio e avisos sobre o futuro, um futuro que ganha agora, nesta chegada ao ensino superior, outro sentido e outra dimensão

Num abre olhos, o reitor lembrou que a discriminação não tem lugar na UMinho, ?seja de que natureza for, não tem lugar na UMinho?, disse. Afirmando que a instituição ?coloca no centro das suas preocupações a salvaguarda e promoção da dignidade da pessoa humana?, declarando que ?a instituição não pode e não quer transigir com aquilo que são violações de regras fundamentais na relação entre as pessoas?, garantindo que, ?a liberdade é um valor essencial nesta instituição?.

Rui Vieira de Castro recomendou aos novos alunos a leitura do Código de Conduta Académica da UMinho, onde estão expressos os valores por que se rege a Academia. 

O responsável máximo da UMinho incentivou ainda os ?caloiros? a envolverem-se na produção de conhecimento, afirmando que ?ser estudante do ensino superior não pode ser apenas replicar aquilo que outros disseram antes de nós. É também preparar caminhos para que vocês sejam também produtores de conhecimento. Nessa medida, o envolvimento em práticas de investigação é algo que vamos esperar de vocês, desde muito cedo, nos vossos percursos académicos nesta instituição?.

A presidente da AAUMinho proferiu, como primeiras palavras, ?bem-vindos à melhor academia do país?. Destacando a excelente escolha do espaço para a sessão de boas-vindas, apelou a todos os estudantes para usufruírem mais dos espaços verdes que existem nos campi universitários.

Margarida Isaías garantiu aos novos alunos que estes serão os melhores anos das suas vidas e que a Associação está empenhada em ajudar na resolução dos problemas de todos os estudantes.

Pedro Nuno Teixeira, começou por afirmar que a chegada dos novos alunos ?é o dia mais importante para a UMinho?, pois são os novos alunos que ?mantém vivas as universidades?, disse. Realçando o valor da Universidade para a região e para o país, referiu que a instituição dá ?perspetiva de futuro às cidades, ao país e ao ensino superior?.

Texto: Ana Marques

Foto: Nuno Gonçalves

EN
Skip to content